23 January 2007

Sporting Memories #5

João Moutinho, na sua estreia pelo Sporting, a 23 de Janeiro de 200522 de Janeiro de 2005: José Peseiro procurava a melhor estratégia para enfrentar o Gil Vicente no estádio Cidade de Barcelos. Faltavam 24 horas para o jogo e era necessário reagir a uma derrota por 3-2 com o Nacional da Madeira. Peseiro optou então por apostar num miúdo de apenas 18 anos: João Filipe Iria dos Santos Moutinho ia estrear-se na equipa profissional do SCP.
Passam hoje exactamente 2 anos desde que João Moutinho fez a sua estreia na equipa principal do Sporting. A 23 de Janeiro de 2005, vencemos o Gil Vicente por
3-0 num jogo que, na altura, ficou marcado pelo regresso de Sá Pinto às boas exibições (2 golos e uma assistência), mas que hoje representa também um marco histórico por ter sido a estreia do mais recente símbolo do Sporting!
João Moutinho é para mim, o “produto” mais completo que saiu da Academia do Sporting nos últimos 15 anos. Mais do que Cristiano Ronaldo, Nani ou Quaresma, desde a primeira hora que Moutinho se afirmou, pura e simplesmente, como ESSENCIAL na manobra táctica da equipa. É um jogador que não sabe jogar mal, é um jogador com um enorme talento, é um jogador correcto, é um jogador com carisma e é um jogador em que todos os adeptos revêem os valores do Sporting. Enfim…é um num milhão!
Em apenas dois anos, graças à arte que demonstra no relvado e à sua postura, afirmou-se no Sporting, sendo titular indiscutível desde Março de 2005 (salvo erro, não falhou a titularidade em nenhum jogo, e é assim o jogador que fez mais jogos seguidos pelo Sporting nos últimos 13 anos), e chegou à Selecção Nacional, onde ainda não se afirmou mas para lá caminha, certamente. Aos 20 anos, mais do que uma promessa, Moutinho é uma certeza, e merece todo o reconhecimento por isso.
Infelizmente, a cultura futebolística portuguesa passa muito por dar porrada aos mais talentosos, e não é por acaso que Moutinho sofre entradas violentíssimas praticamente em cada jogo que faz. Felizmente para ele e para nós, estão ali uns ossos rijos, porque se estivéssemos a contar com sanções das equipas de arbitragem, estaríamos bem tramados!
Moutinho é o verdadeiro capitão do Sporting. Pode ser só o 3º nessa hierarquia, mas é aquele que melhor perfil tem para tal. É o nosso símbolo e é a personificação da bandeira do Sporting. Espero que estes tenham sido só os primeiros 2 anos de uma longa carreira por Alvalade.
Obrigado João, e que vistas as nossas cores por muitos, muitos anos.


3 comments:

NMB said...

"Moutinho é o verdadeiro capitão do Sporting. Pode ser só o 3º nessa hierarquia, mas é aquele que melhor perfil tem para tal. É o nosso símbolo e é a personificação da bandeira do Sporting. "

Não podia estar mais de acordo...

Da mesma forma como digo que Caneira, por muito que se diga Sportinguista e por muito que jogue, nunca mais poderá a usar a braçadeira depois do que fez aquando da primeira saída.

BRASIL said...

Mais 2 anos ganha a maturidade necessária para ser o patrão do querido Sporting

greendevil said...

ainda bem q encontrei o teu blogue BRUTAL......nmb temos dirigentes de merda o caneira n teve culpa, nem o hugo viana eles bem q kerem ver m n vamos buscar jogadores mediocres e assim a vida =/